quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Usain Bolt se consagra definitivamente e vôlei se iguala ao judô

O Brasil garantiu mais uma medalha e conquistou outra. O dia ainda teve mais um show de Usain Bolt que se consagra definitivamente como um dos nomes da Olimpíada de Londres.

Brasil passa fácil pelo Japão e decide medalha de ouro com americanas:

Chris O'Meara/AP



Na sua melhor apresentação em Londres, nossas meninas do vôlei passaram fácil pelo Japão por 3 sets a 0 (25/18, 25/15 e 25/18) deu ao time de José Roberto Guimarães a vaga para a final do torneio contra os Estados Unidos que hoje na outra semifinal venceu fácil a Coreia do Sul por 3 sets a 1. O Brasil chega à final depois de um mau começo na primeira fase onde ficou ameaçado de não se classificar, mas depois da emocionante vitória sobre a Rússia ganhou moral. No sábado, Brasil e Estados Unidos revivem a decisão de Pequim quando o Brasil foi campeão olímpico pela primeira vez. Com a medalha garantida, o vôlei se iguala ao judô como esporte mais vitorioso em Olimpíadas, podendo superar a marca caso conquiste as medalhas na quadra.

Dupla brasileira fica com a prata no vôlei de praia:

Dave Martin/AP e Luís Alvarenga/Ag. O Globo





Emanuel e Alison com a medalha de prata Foto: Luis Alvarenga / O Globo
O Brasil ficou com a medalha de prata no vôlei de praia masculino. A dupla Alison e Emanuel acabou perdendo a decisão para os alemães Brink e Reckermann por 2 sets a 1 em jogo equilibrado, decidido nos detalhes. Emanuel conquistou sua terceira medalha, pois já tinha uma de ouro e uma de bronze, quando tinha parceria com Ricardo.






Bronze escapa e Diogo Silva repete resultado de Atenas:

Ng Han Guan/AP



O brasileiro Diogo Silva deixou a medalha de bronze escapar no último segundo da decisão da medalha de bronze quando recebeu um golpe do americano Terence Jennings e Diogo acabou ficando em quarto lugar igualando a campanha de Atenas 2004 quando ficou também em quarto lugar. Diogo estreou vencendo no Golden Point o uzbeque Dimitri Kim, na segunda luta ganhou do jordaniano Abulidbech e na semifinal perdia a luta para o iraniano Mohamed Bagheri, mas acertou um golpe na cabeça e levou a luta para o golden score. Pela decisão dos árbitros, Bagheri venceu a luta e Diogo foi pra decisão do bronze e acabou perdendo a chance de ficar com a medalha. O atleta não digeriu a derrota e admitiu que passará por um inferno até a Olimpíada de 2016 que será disputada no Brasil.

O desempenho dos brasileiros:

- No atletismo, o revezamento 4 x 100 feminino passou para a final com o sexto tempo e no decatlo, Luiz Alberto Araújo termina a competição em 19º lugar.

Lalo de Almeida/Folhapress

Poliana Okimoto foi a última a sair na largada da maratona aquática de 10 km no lago, do Hyde Park, em Londres

- Na maratona aquática, Poliana Okimoto abandonou a competição devido à baixa temperatura da água no lago Serpentine, dentro do Hyde Park. Ela entrou em estado de hipotermia e deixou a água sendo carregada em uma cadeira de rodas até o centro médico, se recuperou e somente amanhã ela falará sobre o que ocorreu.

- Quem também foi parar no hospital foi Renato Rezende do BMX. Ele levou uma queda durante a segunda bateria das quartas de final, foi atropelado e levado ao hospital onde foi constatada uma luxação no ombro.

Arthur Zanetti é recebido em festa:

Fotos de Hélvio Romero/AE





São Caetano parou para receber seu novo herói. O ginasta Arthur Zanetti, medalha de ouro nas argolas chegou nesta quinta feira no Aeroporto de Cumbica sendo muito bem recebido por amigos e familiares. O ginasta deu uma coletiva e participou de carreata assim que chegou em São Caetano do Sul onde treina.




Usain Bolt faz história novamente:

David J. Phillip/AP, Mark Blinch e Lucy Nicholson/Reuters





Usain Bolt se tornou definitivamente o grande nome do atletismo nos Jogos Olímpicos. Depois de vencer os 100 metros, Bolt voltou a dar show e venceu os 200 metros rasos com o tempo de 19s32. A Jamaica dominou o pódio com a prata de Yohan Blake e o bronze de Warren Weir.




Americanas conquistam o tricampeonato no futebol feminino:

Bryan Snyder/Reuters

EUA batem o Japão e conquistam o ouro no futebol feminino


A seleção dos Estados Unidos conquistou o tricampeonato olímpico no futebol feminino ao vencer a seleção do Japão por 2 x 1 com dois gols de Alex Lloyd. A medalha de bronze ficou com o Canadá que venceu a França com gol marcado no último minuto.

Quadro de medalhas:

PaísOuroPrataBronzeTotal
EUA39252690
China37241980
Grã-Bretanha25131452
Rússia12212356
Coreia do Sul127625
26ºBrasil22711

2 comentários:

  1. Que pena que o Vôlei de Praia não ganhou. O experiente Emanuel errou muito. Sobre o Bolt sem comentários. Além de se consagrar como mito do esporte, calou a boca de muito cientista também.

    As 21 melhores músicas do FIFA 12
    http://migre.me/aeGY6

    Muricy Ramalho dispara contra a CBF e diretoria santista
    http://migre.me/aeH1o

    Tudo sobre a 15ª rodada do Brasileirão Série A no DF!
    http://migre.me/aeH3p

    ResponderExcluir
  2. Parabéns ao Vôlei, e pena que o Vôlei de Praia não conseguiu o Ouro, nem no Masculino nem no Feminino sendo favorito em ambos!

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!