quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Boxe dá centésima medalha olímpica em dia de sentimentos opostos no vôlei e basquete

O Brasil rompeu a barreira e alcançou a marca de 100 medalhas conquistadas em Olimpíadas. O boxe brasileiro garantiu mais uma medalha e nos duelos entre brasileiros e argentinos uma vitória pra cada lado.

É 100! Boxeadora conquista a centésima medalha na história e mais um boxeador garante medalha:

Damir Sagolj/Reuters e Darron Cummings/AP





Adriana Araújo após a derrota contra a pugilista russa Sofya Ochigava Foto: Reuters
O Brasil quebrou um jejum de 44 anos sem medalha no boxe olímpico e de quebra nos deu a centésima medalha da história. A pugilista Adriana Araújo acabou sendo derrotada pela russa Sofia Ochigava por 17 a 11 e ficou com a medalha de bronze na categoria leve. Como não há disputa de terceiro lugar, a brasileira conquistou o bronze e a medalha de número 100 em 92 anos de participação olímpica. E o Brasil garantiu mais uma medalha com Yamaguchi Falcão nos meio pesados. Ele venceu o cubano Julio Peraza por 8 x 6 e está na semifinal. É a terceira medalha para o boxe que ainda tem outra já garantida com Esquiva Falcão. Logo depois da conquista, Adriana Araújo fez fortes críticas ao presidente da Confederação Brasileira de Boxe Mauro José dizendo que esta medalha foi um cala a boca no presidente que não acreditou no seu potencial.

Um bronze conquistado na raça:

Petr David Josek/AFP, Luís Alvarenga/Ag. O Globo e Marcelo del Pozo/Reuters


Juliana e Larissa medalaha bronze vôlei de praia Olimpíadas 2012 (Foto: Reuters)

Juliana e Larissa comemoram a vitória desta quarta-feira Foto: Petr David Josek / APJuliana e Larissa buscaram forças para vencer na raça a dupla chinesa Zhang e Xue por 2 sets a 1 (11/21, 21/19 e 15/12) dando a 101ª medalha e a décima nas Olimpíadas. Ainda abaladas depois da derrota diante das americanas Ross e Kessy elas deram a volta por cima mostrando porque elas são as líderes do ranking mundial. O ouro ficou mais uma vez com a dupla americana Walsh e May que garantiu o tricampeonato olímpico.



Drama na fácil vitória do vôlei:

Fotos de Ivan Alvarado/Reuters





O vôlei masculino do Brasil segue firme e forte na briga pelo título olímpico. Hoje uma fácil vitória sobre a Argentina por 3 sets a 0 (25/19, 25/17 e 25/20) classificou a equipe de Bernardinho para a semifinal. A baixa ficou por conta da lesão de Leandro Vissotto. Ele será avaliado pela equipe médica e pode ficar de fora da semifinal contra a Itália, que hoje despachou fácil os Estados Unidos, atuais campeões olímpicos por 3 sets a 0. Na outra semifinal, se enfrentam as equipes da Bulgária e Rússia.

Show de erros tira basquete da Olimpíada:

Fotos de Jonne Roriz/AE




Jonne Roriz/AE
O Brasil lutou em quadra, mas só luta não basta. Uma série de erros, principalmente em doze lances livres minaram o sonho do Brasil de chegar à semifinal olímpica. Hoje, contra a Argentina, uma partida equilibrada, mas os pequenos detalhes custaram caro e a seleção de basquete foi derrotada por 82 x 77 depois de tirar uma desvantagem de 15 pontos. Leandrinho e Marcelo Huertas foram os cestinhas da partida e pelo lado argentino, o pivô Luís Scola fez 17 pontos. A Argentina encara na sexta feira a equipe dos Estados Unidos em uma das semifinais e na outra semifinal, Rússia e Espanha se enfrentam.

O desempenho dos brasileiros:

- Um dia ruim no atletismo: Fábio Gomes da Silva fracassou nas três tentativas de passar dos 5,50 m e foi eliminado da final do salto com vara. Nas semifinais dos 200 m rasos, os dois brasileiros não passaram pra final: Aldemir Júnior e Bruno Lins ficaram de fora. Pra variar, Usain Bolt se classificou com facilidade para a final de amanhã, no decatlo, Luiz Alberto de Araújo está na 14ª colocação depois de cinco provas disputadas.

- Dia ruim também no hipismo: Os cavaleiros Doda e Rodrigo Pessoa foram mal e ficaram longe da medalha. Doda terminou em 12º e Rodrigo ficou em 22º lugar.

- No ciclismo BMX, Squel Stein e Renato Rezende ficaram para a semifinal B.

- Na vela, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan terminaram a regata em 4º e estão na quinta colocação se classificando para a Medal Race com chances de brigar pela medalha de bronze.

Quadro de medalhas

PaísOuroPrataBronzeTotal
China36221977
EUA34222581
Grã-Bretanha22131348
Coreia do Sul127625
Rússia11192252
25ºBrasil21710

Um comentário:

  1. Jejum do Boxe encerrou de uma grande maneira com 2 bronzes e uma final valendo Ouro!
    Pena que o basquete saiu fora perante os Argentinos.

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!