O Brasil em Londres: Vela e vôlei lutam para manter a tradição

Nossa série fecha com cinco esportes, sendo que dois deles lutam para seguir uma tradição vitoriosa.


Londres marca a despedida das competições de Hugo Hoyama. Aos 43 anos, o mesatenista disputará sua última olimpíada buscando melhorar a sua melhor colocação, um nono lugar em Atlanta 1996. O Brasil ainda terá Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi e pelas mulheres Lígia Silva, Caroline Kumahara e a chinesa naturalizada brasileira Gui Lin.



No tênis, as disputas acontecerão no tradicional All England Club, local do tradicional torneio de tênis de Wimbledon. Na quadra estarão os maiores nomes do esporte na modalidade como Rafael Nadal, Roger Federer e Novak Djokovic. O Brasil terá Marcelo Melo e Bruno Soares que jogarão nas duplas assim como André Sá e Thomaz Bellucci. O tenista número 1 do Brasil acabou caindo no ranking e só vai para Londres porque recebeu convite.


Esporte mais medalhado na história olímpica, a vela chega para Londres com representantes em sete das dez classes olímpicas.



Quem tem grandes chances de trazer medalha é o paulista Robert Scheidt que tem no currículo quatro medalhas olímpicas, sendo três delas na classe Laser onde reinou absoluto. Em Pequim estreou na classe Star e trouxe a medalha de prata ao lado de Bruno Prada e em Londres a dupla está de novo na parada e terá a forte concorrência dos ingleses Ian Percy e Andrew Simpson que competem em casa. Eles deram trabalho à dupla brasileira e  por muito pouco não tiram o tricampeonato mundial da dupla.







Por duas vezes a medalha bateu na trave para Ricardo Winicki, o Bimba. Ele compete na RS X onde é campeão mundial. Outra expectativa de medalha está na dupla formada por Fernanda Oliveira e Ana Barnachan. Fernanda ganhou bronze em Pequim ao lado de Isabel Swan na classe 470. O Brasil ainda terá Patrícia Freitas na RS:X, Jorge Zarif Neto na Finn, Adriana Kostiw na Laser Radial e Bruno Fontes na Laser.




O vôlei de quadra tanto no masculino como no feminino luta para não perder a hegemonia. No caso do vôlei masculino, os comandados de Bernardinho tentam buscar a boa fase. A fraca campanha na última Liga Mundial ligou o sinal de alerta na equipe. Mesmo assim, o Brasil vai com um time renovado na busca pela terceira medalha de ouro olímpica na história. As novidades serão as estreias de Sidão e Leandro Visotto. O levantador Ricardinho voltou ao time, mas falta entrosamento e ritmo para o jogador.



Já o time feminino também passa por um processo de renovação. O técnico José Roberto Guimarães passou por dificuldades e a classificação veio somente no Pré Olímpico realizado em maio em São Carlos. A equipe ainda passou pelo polêmico corte da jogadora Mari, um dos destaques do título olímpico de Pequim em 2008. As grandes adversárias serão as norte americanas, rivais na decisão da medalha de ouro quatro anos atrás na China.





No vôlei de praia o Brasil vem forte tanto no masculino como no feminino. Entre as mulheres, nossas esperanças de medalhas estão depositadas em Juliana e Larissa. Há quatro anos a contusão de Juliana às vésperas da Olimpíada de Pequim minou as chances da dupla e Larissa, com outra companheira ficou longe da medalha. Outra dupla brasileira é Talita e Maria Eilsa. As grandes rivais brasileiras serão mais uma vez as norte americanas Walsh e May, bicampeãs olímpicas. Entre os homens, Ricardo e Emanuel voltam, agora com novos parceiros. Campeões olímpicos em Atenas, eles conquistaram a medalha de bronze em Pequim. Emanuel jogará ao lado de Alison enquanto Ricardo terá como parceiro Pedro Cunha. O principal adversário será mais uma vez a dupla americana formada por Rogers e Dallhauser, campeões olímpicos em Pequim.

A série termina aqui e desde já o desejo de boa sorte aos 259 atletas que irão representar o Brasil nas Olimpíadas.

Related Articles

1 comentários:

  1. O Vôlei é a principal esperança de muitas medalhas para o Brasil, tanto o de quadro como o de praia. Mas também temos a vela que poderá trazer-nos algumas medalhas.

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!

About us