A História das Olimpíadas: 2000, Na última Olimpíada do milênio, Brasil fica sem ouro e fracassa

A história das Olimpíadas chega aos jogos olímpicos do ano 2000, que foram realizados em Sydney.





A última olimpíada do milênio bateu os recordes de números: atletas, jornalistas, medalhas, provas, etc. Foram também os jogos ecológicos, pois os organizadores tiveram grande preocupação com o meio ambiente. A Baía de Homebush que era um esgoto em céu aberto foi transformada em um parque natural sustentável. A Vila Olímpica foi abastecida com energia solar. Sydney testemunhou na cerimônia de abertura uma cena inesquecível: pela primeira vez as duas Coreias estavam unidas em uma só bandeira e também os atletas do Timor Leste desfilaram sem a bandeira da Indonésia.







Brasil: Foram 16 dias de frustrações e nenhuma medalha de ouro na conta, assim o Brasil fez sua segunda melhor campanha olímpica com 12 medalhas, mas não tivemos medalha de ouro, o que não acontecia desde os Jogos de Montreal em 1976. Ficamos na 52ª colocação no quadro de medalhas. O vôlei de praia trouxe três medalhas: prata para Shelda e Adriana Behar no feminino e para Ricardo e Zé Marco no masculino e bronze para Sandra Pires e Adriana. O judô e a vela trouxeram duas medalhas cada. No judô, duas pratas com gosto de ouro: a primeira para Tiago Camilo nos leves e a segunda com Carlos Honorato nos médios. Na vela, Robert Scheidt levou a prata na classe Laser em prova acirrada e Torben Grael levou bronze na Star ao lado de Marcelo Ferreira. Torben conquistava sua quarta medalha se igualando ao nadador Gustavo Borges que com a equipe de revezamento 4 x 100 trouxe a medalha de bronze na natação. O hipismo por equipes trouxe o bronze, mas a cena mais emblemática da campanha brasileira aconteceu no último dia com Rodrigo Pessoa que viu o ouro escapar de suas mãos depois de três refugos. O atletismo trouxe a medalha de prata no revezamento 4 x 100. Mas essa prata deveria se transformar em ouro, pois um atleta norte americano confessou ter se dopado. Até os dias de hoje o COI não decidiu se cassa o ouro dos americanos. Nos esportes coletivos, as seleções de vôlei e basquete feminino conquistaram medalha de bronze.





A grande decepção foi mais uma vez o futebol. Mesmo com jogadores como Ronaldinho Gaúcho, o Brasil caiu diante de Camarões que jogou com dois a menos. A derrota derrubou Vanderlei Luxemburgo do comando da seleção.



Destaques: Ian Thorpe (Austrália) e Pieter van den Hoogenband (Holanda). Os dois nadadores roubaram a cena na piscina de Sydney. O australiano, conhecido como Torpedo levou três medalhas de ouro nos 400 m, 4 x 100 e 4 x 200 m livres e o segundo venceu os 200 m livre.



Eric Mousambami (Guiné Equatorial). O atleta caiu n'água sozinho e demorou quase dois minutos para percorrer os 100 metros quase se afogando no final. No seu país não existia uma piscina olímpica.









CLASSIFICAÇÃO DE 2000
PAÍSOUROPRATABRONZE
ESTADOS UNIDOS40243397
RÚSSIA32282888
CHINA28161559
AUSTRÁLIA16251758
ALEMANHA13172656
FRANÇA13141138
ITÁLIA1381334
HOLANDA129425
CUBA1111729
52ºBRASIL06612

Related Articles

1 comentários:

  1. Que campanha fraca essa do Brasil. Enquanto isso, Estados Unidos ia arrebentando ficando em primeiro sem dificuldades.

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!

About us