sexta-feira, 20 de julho de 2012

A História das Olimpíadas: 1956, Os jogos do outro lado do mundo

A história das olimpíadas traz os jogos olímpicos de Melbourne em 1956.



A cidade australiana de Melbourne foi escolhida para sediar os jogos de 1956 mas o clima andava tenso. França e Inglaterra interviram no Canal de Suez, a União Soviética invadia a Hungria e árabes e israelenses viviam um conflito tenso. Apesar disso, os jogos correram normalmente. As provas de hipismo foram realizadas na Suécia, pois uma lei australiana impunha a qualquer cavalo que ficasse sob quarentena por seis meses. Em protesto ao conflito, Egito, Líbano e Iraque boicotaram o evento.

A consagração de Adhemar



Adhemar Ferreira da Silva se consagrava definitivamente em Melbourne ao conquistar a segunda medalha de ouro no salto triplo ao saltar 16,35 m batendo o recorde olímpico. Ele se tornava o primeiro bicampeão olímpico do Brasil e seu feito seria igualado anos mais tarde pelos velejadores Torben Grael e Robert Scheidt e os jogadores de vôlei Maurício e Giovane. Com 47 atletas, o Brasil teve esta como sua única medalha conquistada nos jogos de Melbourne.




Destaque: Larysa Latynina (União Soviética). A ginasta soviética se igualava ao finlandês Paavo Nurmi em número de medalhas de ouro (nove), pois os dois seriam alcançados e ultrapassados anos mais tarde por Carl Lewis e Michael Phelps.












CLASSIFICAÇÃO DE 1956
PAÍSOUROPRATABRONZE
UNIÃO SOVIÉTICA37293298
ESTADOS UNIDOS32251774
AUSTRÁLIA1381435
HUNGRIA910726
ITÁLIA88925
SUÉCIA85619
ALEMANHA613726
REINO UNIDO671124
ROMÊNIA53513
24ºBRASIL1001


Um comentário:

  1. O Brasil mais uma vez capengava e como eu comentei em outra parte dessa série, os Estados Unidos, apesar de serem os melhores, foram superados pela União Soviética.

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!