quarta-feira, 20 de junho de 2012

Santos para em retranca corinthiana, jogo termina 1x1 e Corinthians vai pela primeira vez à final da Libertadores

Os quase. 38.000 torcedores no estádio do Pacaembu  viram um jogo violento, com 49 faltas (29 do Santos, 20 do Corinthians), um Corinthians aguerrido e um Santos (e Neymar) apático.


O Santos começou o jogo tocando a bola, dominando o jogo. Aos 5, após falta de William sobre Arouca, Neymar levantou a bola na área, mas errou o lançamento e Cássio pegou. Aos 8 minutos, a posse estava em 75% para o Santos e 25% para o Corinthians. Aos 7, a torcida do Corinthians jogou uma banana no campo, perto do Neymar. Estava vendo o jogo pela Globo, e eles não falaram sobre essa péssima atitude da torcida corinthiana.


Aos 10, em contra ataque, após troca de passes do Corinthians, e a bola sobra com William, que chuta fraco, e Rafael faz fácil defesa. Aos 20, Alex cobra falta,  mas Rafael se estica todo e faz uma grande defesa. O Santos tocava a bola, buscando um jeito de furar a retranca corinthiana. Aos 27, Neymar cobra escanteio, mas Alex tira. Em nova cobrança de escanteio feita por Neymar, Cássio sai do gol e afasta o perigo.


Aos 29, Juan chutou, a bola desviou na zaga e Cássio fez fácil defesa. Aos 34, Alex fez boa jogada e tocou para William, que chutou de longe. A bola foi pra fora. Logo depois, em contra ataque, Alan Kardec escapou em velocidade pela direita, cruzou rasteiro para a área e Borges chutou de carrinho, a bola bate na trave e Neymar, sempre ele, no momento e na hora certa, apenas empurrou para as redes, abrindo o placar. Silêncio no Pacaembu, Santos 1 a 0.


Após o gol, o Corinthians foi pro ataque, Muricy pediu para que o Santos saísse do campo de defesa. Aos 41, o volante Adriano chutou de longe, mas a bola subiu muito. Aos 45, após cruzamento, Jorge Henrique cabeceia de peixinho, a bola quica na grama, e Rafael se estica todo para fazer uma grande defesa.


Corinthians x Santos - Copa Libertadores - Gol do Danilo (Foto: Eduardo Viana)Logo aos 30 segundos do segundo tempo, Neymar recebeu falta. Na cobrança, Ganso levantou, mas a zaga corinthiana tirou. Logo depois, Liédson (que acabara de entrar) recebeu falta, que foi cobrada por Alex,  após desvio de Edu Dracena, a bola sobra para Danilo, livre, empatar o jogo. 1 a 1. 


Aos 8, um gandula demorou para reposicionar a bola. Adriano foi buscar ele mesmo a bola, e o Gandula jogou a redonda longe, e acabou derrubado pelo volante santista. O árbitro Leandro Vuaden resolveu expulsar o gandula.


Lá pelos 10, 13 minutos, ambas as equipes erravam muitos passes. Aos 14, Cássio sai do gol para tirar a bola após cruzamento santista. Aos 15, Ganso tabelou com Henrique, que recebeu de volta livre, invadiu a área, podia chutar, mas se jogou.  O Santos continuava tocando, cadenciando o jogo. Aos 18, Juan recebeu na esquerda, tinha Borges e Kardec para na área, mas resolveu chutar... a bola saiu longe do gol.


Aos 20, Neymar escapou pelo meio e recebeu falta de Ralf. Na cobrança, Ganso levantou na área, mas foi para ninguém. Aos 22, Alex cruzou para Paulinho, o volante corinthiano mandou na trave, mas não valia nada, o árbitro marcou impedimento de Paulinho.  O jogo permancia equilibrado, o Santos não conseguindo furar a retranca do Corinthians, que jogava no contra ataque. Aos 29, Muricy trocou Juan pelo experiente Léo, e Adriano por Elano. Com as mudanças, o treinador santista deixava o time mais ofensivo.


Também aos 29, Durval fez falta boba em Liédson. Na cobrança, Alex chutou forte, Rafael espalmou e na sobra a zaga santista afastou o perigo. Aos 31, Elano perdeu a bola em seu primeiro lance no jogo, Liédson tentou o contra ataque, mas foi parado por Edu Dracena. Aos 35, Muricy trocou Borges por Dimba, jovem centro avante formado nas categorias de base do Santos. 


Aos 39, Ganso tentou lançar Neymar, mas Alessandro tirou de qualquer jeito, e acabou dando escanteio para o Santos. Na cobrança, Elano erra o cruzamento. 


Aos 46, o Corinthians tentou cruzar, mas Rafael saiu e pegou a bola. O jovem goleiro santista chutou pra frente, mas ninguem conseguiu pegar. Este foi a última tentativa santista. O Corinthians, com o empate, se classifica pela primeira vez para a final da Copa Libertadores da América.

2 comentários:

  1. Agora o Timão vai decidir a Libertadores pela primeira vez. Quanto ao Santos, o momento é de pensar no Brasileirão.

    ResponderExcluir
  2. Corinthians e Santos fizeram um bom jogo. E o Timão conseguiu aproveitar a vantagem que teve no jogo de ida, e conseguiu a vaga na final. Desta vez, a tradição do Santos não contou, será que valerá a tradição na final contra o Boca Juniors?

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!