sábado, 19 de maio de 2012

Chelsea vence o Bayern de Munique nos pênaltis e é campeão pela primeira vez da Liga dos Campeões

FOTO: GLOBOESPORTE.COM
Muitos acreditavam que não podiam, muitos duvidaram, mas aí está, Chelsea, campeão da Liga dos Campeões da UEFA da temporada 201/2012.
Em um jogão, os Blues, assim como fizeram contra o Barcelona, começaram o jogo na retranca, e viram o Bayern abrir o placar somente aos 37 min. do segundo tempo com gol de Müller.
Porém, o craque Drogba mostrou que nada estava perdido e empatou aos 43 do segundo tempo levando o jogo para prorrogação.

No prologamento, o mesmo Drogba cometeu um pênalti, Robben bateu e Petr Cech defendeu salvando o que poderia ser o título do Bayern.
Sem nenhum gol marcado, a decisão do campeão foi para os pênaltis, lembrando que o time alemão eliminou o Real Madrid na mesma disputa de pênaltis.

Mata, do Chelsea errou o primeiro pênalti, defendido por Neuer. Enquanto  Lahm marcou para o Bayern. Depois, David Luiz, Lampard (Chelsea) e Mario Gómez, Neuer (Bayern de Munique fizeram). Porém, Olic e Schweinsteiger pararam em Cech (um dos heróis) e Ashley Cole e Drogba (também um herói) garantiram o título inédito do Chelsea.


Análise e opinião:
O Chelsea jogou como se esperava, todo retrancado, porem se soltou no segundo tempo.
Já o Bayern, começou o jogo na pressão e depois diminui o seu ritmo da partida.
A partida começou com grandes chances para o Bayern, e poucas para o Chelsea, porém o time alemão não conseguiu aproveitar e fez apenas um gol no jogo que poderia ter feito mais.
"Iluminado", o Chelsea conseguiu um empate com o herói Drogba, levando o jogo para o prolongamento.
É nessas horas que o craque que muda o jogo aparece, sem nenhuma chance clara, o principal jogador na sua principal chance fez o que é designado a fazer.
Na prorrogação, os goleiros que são sempre sacrificados, geralmente tem seus momentos de glória, pelo menos no caso de Petr Cech, um goleiro bom, que cata muito mostrou porque até nos dias de hoje é um dos melhores goleiros da Inglaterra, catou o pênalti de Robben no prolongamento e mais dois na disputa de pênaltis sendo o outro herói do título dos Blues, o primeiro na história do clube.
O jogo do Chelsea, apesar de não ser bonito, foi o que levou o time ao título, a retranca que marca gols nas horas mais decisivas.
Di Matteo, técnico interino, após pega o Chelsea em crise, levou o time de uma má fase para a glória, criando uma nova forma de futebol, feia, mas eficiente: A retranca que faz gol.


Melhores momentos da partida abaixo:

2 comentários:

  1. O Chelsea calou um estádio e mereceu ganhar a Liga dos Campeões mostrando poder de superação mesmo quando não dava mais eles conseguiram tirar forças para vencer. O título está em boas mãos.

    ResponderExcluir
  2. Uma campanha de sorte, raça entre outros adjetivos. Sem falar do Di Matteo, que além de achar a fórmula para vencer o Barcelona, ganhou do Bayern na casa dos adversários, além de levar o Chelsea da crise à glória.

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!