sábado, 14 de abril de 2012

Futebol Internacional: Goleada na Inglaterra e morte em campo na Itália

Luto na Itália

Morosini do Livorno (Foto: AFP)
O meia Piermario Morosini, do Livorno, morreu neste sábado após sofrer uma parada cardíaca durante o confronto com o Pescara, pela Série B do Campeonato Italiano. A informação foi confirmada pelo médico De Blasi, do hospital Santo Spirito, para onde o atleta de 25 anos foi levado de ambulância depois de cair no gramado.
- Foi uma parada cardíaca. Infelizmente, chegou morto ao hospital e não se recuperou.
A federação italiana anunciou que todos os jogos do final de semana no país estão cancelados por causa da tragédia, incluindo a Primeira Divisão (Milan x Genoa e Udinese x Inter de Milão eram os confrontos deste sábado). O doutor Leonardo Paloscia, chefe do departamento de cardiologia do hospital, também comentou a tentativa de salvar a vida do meia:
- Fizemos todo o possível para reanimar o menino, mas ele não recuperou a consciência
O incidente aconteceu aos 31 minutos do primeiro tempo, quando o Livorno vencia por 2 a 0. Morosini caiu e teve que receber atendimento médico no gramado, onde recebeu massagem cardíaca. Em seguida, uma ambulância entrou no campo para transferir o atleta ao hospital Santo Spirito, em Pescara.
De acordo com o jornal " La Gazzetta dello Sport", vários jogadores do Livorno deixaram o gramado chorando e a partida foi oficialmente suspensa pelo árbitro, ainda sem data para ser continuada. Morosini deu entrada na ala de emergência do hospital e estava acompanhado do médico do clube.

Manchester City 6x1 Norwich City

Tevez - Norwich x Manchester City (Foto: Agência Reuters)
Jogadores do City comemoram gol de Tevez

Tevez foi o destaque da partida no estádio Carrow Road. Aos 18 do primeiro tempo, o argentino abriu o placar com um chute forte de fora da área no ângulo esquerdo do goleiro Ruddy.
O City ampliou com Agüero aos 27, depois de bela tabela entre os argentinos: o genro de Diego Maradona tocou para Tevez, que devolveu de calcanhar e deixou o companheiro livre para marcar o segundo da entrada da área.
Os donos da casa descontaram aos seis da etapa final, com Surman, mas não conseguiram reação. Aos 27, Tevez ampliou para 3 a 1 de cabeça. O quarto foi de Agüero, dois minutos depois. E o ex-corintiano colocou 5 a 1 no placar aos 34, com direito a drible no goleiro. Depois do quinto, o City ainda acertou duas bolas na trave e chegou ao sexto com Adam Johnson, já aos 48.


2 comentários:

  1. Muito triste ver essas mortes ocorrerem, creio que quando o atleta é filiado ao clube os exames precisam ser mais sérios, como bem mostrou uma reportagem do Esporte Espetacular de domingo passado. Lamentável!

    http://blogdopablosantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Essas mortes que acontecem no mundo de futebol são muito tristes, e os clubes, principalmente de porte grande, tem que investir na saúde de seus jogadores.

    Sobre o Manchester City, eu acredito, que o Tevez passou de ser o mais odiado ao ser um dos craques do time.
    http://fcgols.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!