quarta-feira, 28 de março de 2012

Série: A História das Copas - 1966 (parte 8/19)

A Copa do Mundo de 1966 foi a oitava edição da Copa do Mundo de Futebol, que ocorreu de 11 de julho até 30 de julho de 1966. O evento foi sediado na Inglaterra.
Poster da Copa  do
Mundo de 1966

Dezesseis seleções foram qualificadas para participar desta edição, sendo 10 delas européias (Inglaterra, Itália, Alemanha Ocidental, Hungria, Suíça, Portugal, França, União Soviética, Bulgária e Espanha), 5 americanas (Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e México) e 1 asiática (Coreia do Norte).

As seleções da Coreia do Norte e de Portugal faziam sua primeira participação na competição. A edição teve duas grandes goleadas: Alemanha Ocidental 5 x 0 Suíça e Alemanha Ocidental 4 x 0 Uruguai. A Copa contou com grandes jogadores, como Bobby Moore e Gordon Banks da Inglaterra, Uwe Seeler e Franz Beckenbauer da Alemanha Ocidental, Eusébio de Portugal e Lev Yashin da URSS.

Primeira Fase :
Ainda que a Copa tenha conseguido grandes públicos, a competição foi marcada por ter poucos gols uma vez que as equipes começaram a jogar de maneira muito mais tática e defensiva. Isso foi exemplificado pela Inglaterra de Alf Ramsey que terminou em primeiro lugar do grupo 1 com apenas quatro gols marcados, mas nenhum sofrido. O Uruguai seria o segundo classificado do grupo eliminando México e França. Todas as partidas deste grupo foram disputadas no Wembley Stadium exceto pela partida entre França e Uruguai que foi disputada no White City Stadium.
Pelé sofreu com a impiedosa
marcação portuguesa
No Grupo 2, a Alemanha Ocidental e a Argentina se classificaram com facilidade, ambos com 5 pontos. A Espanha fez 2, enquanto a Suíça deixou a competição após, pela segunda vez seguida em Copas do Mundo, perder todas as partidas.
No noroeste da Inglaterra, o Old Trafford e o Goodison Park serviram de sedes para o Grupo 3. Neste grupo o Brasil, campeão da copa anterior, seria eliminado por Portugal e Hungria. A Bulgária também seria eliminada. O Brasil foi derrotado por húngaros e portugueses em partidas controversas apitadas por dois juízes ingleses, Kenneth Dagnall e George McCabe, que decidiram ignorar uma grande quantidade de faltas nos brasileiros direcionadas em jogadores-chave. Portugal chegava a fase final de uma Copa pela primeira vez, e jogou muito bem. A seleção lusa venceu as três partidas na fase de grupos, com belas atuações do prodigioso atacante Eusébio, que marcaria no total nove gols na Copa se tornando assim artilheiro máximo da competição.
O Grupo 4 teve a maior surpresa da competição quando a Coreia do Norte bateu a Azzurra por 1 a 0, e se classificou junto com a União Soviética. Além da Itália, o Chile foi eliminado.

Segunda Fase :
Nas quartas-de-final a Alemanha Ocidental bateu o Uruguai por 4 a 0. A Coreia do Norte esboçava goleada semelhante contra Portugal, pois em 22 minutos de jogo o placar tinha 3 a 0 para os norte-coreanos. O goleiro da Coreia do Norte, Lee Chang Myung, foi atropelado por vários jogadores portugueses num lance de ataque português, mas o árbitro nada aplicou. Coube a Eusébio mudar esse panorama. O Pantera Negra marcou quatro gols e José Augusto marcaria o quinto, numa grande virada da equipe portuguesa.
Nos outros jogos, a URSS de Lev Yashin bateu a Hungria por 2 a 1 e na partida entre Argentina e Inglaterra houve apenas um gol que seria dos ingleses, marcado por Geoff Hurst. Foi mais um jogo marcado por controvérsia arbitral.
Com os resultados das quartas, as quatro equipes restantes eram todas europeias. Ambas semifinais terminaram em 2 a 1: Alemanha 2x1 URSS e Inglaterra 2x1 Portugal.

Final :
Gol ilegal da Inglaterra validado
pela arbitragem. Note que a bola
está em cima da linha.
Seleção inglesa campeã da
Copa do Mundo de 1966
A partida se realizou no Wembley Stadium com cerca de 98 mil pessoas presentes. Após doze minutos de jogo Helmut Haller colocou a Alemanha Ocidental na frente, mas Geoff Hurst empatou o jogo quatro minutos depois. Martin Peters virou o jogo em favor dos ingleses aos 78 minutos. Com um minuto para o fim da partida uma falta foi marcada em favor dos alemães. A bola foi lançada à área e Wolfgang Weber consegiu tocá-la e levar o jogo a um novo empate, enquanto os ingleses reclamavam de um possível toque de mão.
Ao final dos 90 minutos o placar era de 2 a 2, então foi jogada a prorrogação. No minuto 98 Hurst marcou novamente; seu chute bateu no travessão, e quicou exatamente sobre a linha. Desde então se debate se a bola realmente passou a linha, o que faria uma grande diferença, uma vez que se o placar permancesse empatado, a Alemanha Ocidental talvez não permitisse o mesmo espaço a Hurst.

Mascote :
World Cup Willie, o mascote para a Copa de 1966, foi o primeiro mascote da história das Copas, e um dos primeiros mascotes a ser associado com uma competição esportiva importante. World Cup Willie é um leão, símbolo típico do Reino Unido, vestindo uma camisa com a Union Flag inscrita com as palavras "WORLD CUP".



Curiosidades : 
O goleiro mexicano Antonio Carbajal quebrou um recorde nesse mundial. Ele se tornou nessa edição o jogador que mais disputou Copas do Mundo: 5. Considerando sua estreia em mundiais no Brasil, em 1950, ele disputou na Inglaterra seu quinto mundial. Tal feito nunca foi superado. Apenas foi igualado na França, em 1998, pelo líbero alemão Lothar Matthäus.

No jogo Coreia do Norte x Portugal, registou-se uma das maiores revira-voltas de resultados em Campeonatos do Mundo. Nesse espectacular jogo, a seleção portuguesa perdia por 3x0 aos 25 minutos, mas acabou vencendo por 5x3, num jogo memorável para Eusébio, que marcou 4 gols.

O Artilheiro :




Eusébio, nasceu em Moçambique e foi naturalizado português é o melhor jogador do Benfica e da Seleção portuguesa em todos os tempos. Na Copa de 1966, marcou 9 gols, 4 deles contra a Coréia do Norte.












Veja Mais : 


Parte 1 - Copa do Mundo de 1930
Parte 2 - Copa do Mundo de 1934
A História das Copas:
Parte 3 - Copa do Mundo de 1938
Parte 4 - Copa do Mundo de 1950
Parte 5 - Copa do Mundo de 1954
Parte 6 - Copa do Mundo de 1958
Parte 7 - Copa do Mundo de 1962


Copa do Mundo de 1970 (parte 9/19) sairá dia 
  30/03/2012 (Sexta - Feira)   

2 comentários:

  1. A Copa de 1966 é a Copa em que os juízes mais "roubaram". E o roubo foi a favor das seleções europeias. Pois há teorias de que a FIFA na época queria que o campeão fosse do continente europeu, não de um Sul-Americano. Ainda vou criar uma postagem sobre esse tema.

    Fora isso, foi uma boa Copa, Eusébio brilhou, e o estreante Portugal conseguiu um honroso 3º lugar.
    Pelé se machucou, e na 1ª fase o Brasil ficou.

    ResponderExcluir
  2. Esta série está excelente!

    Realmente pelo que li o que teve ajuda de arbitragem não foi pouca. E sobre a Coréia do Norte, hoje não é uma das potências do futebol Asiático, foi a primeira seleção da Ásia ou teve outras antes dela?

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!