sábado, 18 de fevereiro de 2012

Série : A História das Copas - 1934 (parte 2/19):

A Copa do Mundo de 1934 foi a primeira na qual os países tiveram que se classificar na disputa das Eliminatórias para poder participar. O número de nações participantes desta vez dobrou em relação à edição anterior, sendo que 70% das 32 nações eram do continente Europeu.
  
Poster da Copa de 1934


Duas peculiaridades marcaram a Copa do Mundo de 1934: O defensor do título, Uruguai, recusou o convite para participar, num boicote aos europeus por terem ignorado a edição anterior, em 1930, tornando-se assim o único defensor de título que não competiu no torneio seguinte. Além disso, a anfitriã Itália teve que passar pelas Eliminatórias, na única ocasião em que um país-sede precisou disputar Eliminatórias.


O modelo do mundial aconteceu em estilo "mata-mata", composto por 5 fases com os confrontos das oitavas definidos por sorteio: Oitavas, Quartas, Semifinal, Disputa do 3º Lugar (ausente em 1930) e Final. Participaram doze seleções européias: Áustria, Tchecoslováquia, Alemanha, Hungria, Itália, Espanha, Suécia, Suíça, França, Romênia, Bélgica e Holanda; Duas sul-americanas: Brasil e Argentina; Uma norte-centro-americana: Estados Unidos e uma africana: Egito.

A maior goleada da Copa ocorreu logo na primeira fase, Itália 7x1 Estados Unidos. O Brasil, outra vez desfalcado devido às eternas brigas entre cariocas e paulistas, deu vexame: Perdeu por 3 x 1 da Espanha e voltou para casa. Outra decepção foi a Argentina, vice-campeã do mundo, que foi eliminada pela Suécia por 3 x 2. As grandes forças Mundial de 1934 eram a Itália, a Espanha, a Hungria e a Tchecoslováquia.
O primeiro jogo-desempate da história das Copas foi entre Itália e Espanha. No primeiro jogo, empate em 1 x 1 após a prorrogação (neste tempo ainda não havia disputa por pênaltis). No desempate, deu Itália: 1 x 0. Nas semifinais, em Milão a Itália venceu a Áustria por 1x0 e em Roma a Tchecoslováquia bateu a Alemanha por 3 x 1. Na Disputa pelo 3º lugar a Alemanha venceu a Áustria por 3x2.
Seleção Italiana, Campeã de 1934
A final foi disputada no Estádio Olímpico de Roma, sob presença do imponente Mussolini e de outros 50 mil espectadores. A Itália empatou o jogo com a Tchecoslováquia no tempo normal, e na prorrogação Angelo Schiavio fez o gol do título italiano: 2x1.





Curiosidades : 
  - Na disputa do 3º lugar entre Alemanha e Áustria, as seleções não haviam levado jogo de uniformes reserva (ambas equipes eram alvinegras). Os austríacos, então, usaram a camisa do Napoli
  - O jogador Luis Monti, campeão pela Itália, é o mesmo Monti que ficou com o vice-campeonato pela Argentina quatro anos antes. Descendente de italianos, ele foi para a Europa a convite de Mussolini, que queria reforçar a Azzurra com sul-americanos filhos de italianos. Pelo mesmo motivo, o ex-corintiano Filó também defendeu a seleção italiana, usando seu sobrenome Guarisi. Com isso, ele se tornou o primeiro brasileiro a ser campeão mundial de futebol. Além de Monti e Guarisi, a seleção italiana contava com os naturalizados Enrique Guaita, Raimundo Orsi e Attilio Demaría, ambos argentinos. Demaría, como Monti, também defendera a Argentina em 1930, mas em ambas as Copas não chegou a jogar nas finais.

O Artilheiro : 
Nejedlý, artilheiro da Copa de 1934
Oldrich Nejedlý, da Tchecoslováquia, fez quatro gols durante a Copa de 1934.

9 comentários:

  1. O Facismo comprou a Copa, que absurdo!

    E a briga entre os cartolas paulistas e cariocas prejudicou mais uma vez a seleção, não só isso, o fato de pegar a Espanha do lendário goleiro Zamora (Que defendeu um pênalti de Waldemar de Brito, futuro descobridor de Pelé), também contribui para a breve derrota...

    ResponderExcluir
  2. Hungria não conseguiu título da Copa do Mundo nos seus tempos de glória, agora que não vai ser campeã mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hungria? mas a Hungria nem era forte em 34. Era ela forte em 54.

      Que mancanda hein patryck

      Excluir
    2. Mas tem um trecho que diz assim "As grandes forças Mundial de 1934 eram a Itália, a Espanha, a Hungria e a Tchecoslováquia".

      Excluir
    3. Ah, claro, mas a Hungria fracassou, jogou abaixo do esperado e foi eliminada nas quartas.

      E os tempos de glória da Hungria eram em 1954, 1934 era boa, mas não o suficiente para ganhar a copa.

      Excluir
  3. Nas primeiras copas tínhamos seleções hoje pequenas, como destaques secundários, chegavam fácilmente a decisões e revelavam grandes craques. Legal a série, parabéns. Abraços!

    http://porpabloparaosapaixonadosporfutebol.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Legal! Gostei da ideia de fazer uma série assim! Ficou muito bom! Queria ver a parte 1 Copa 1930...

    ResponderExcluir
  5. Boas....


    Bem, a minha preferida foi a de 82 em Espanha com Zico, Sócrates e companhia a espalharem magia pelos relvados e com o Italiano Rossi a ....marcar.
    Ainda não perdi a esperança de ver o meu Portugal como Campeão do Mundo, enquanto à vida , à esperança.


    Abraço

    Mattos...paixaodabola.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Legal essa série!

    É informativa, com bom texto, e o melhor : tem curiosidades!

    Continue assim Fernando, você está indo muito bem no FC Gols :)

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!