quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Série: A História das Copas - 1930 (parte 1/19):

A Copa do Mundo FIFA de 1930 foi a primeira edição da Copa do Mundo de Futebol. Sediada no Uruguai, a competição ocorreu entre 13 e 30 de julho envolvendo treze seleções. A FIFA escolheu o Uruguai como país sede numa conferência em Barcelona em 18 de maio de 1929 pois o país celebraria o centenário de sua independência e a Seleção Uruguaia vinha de dois títulos olímpicos.

Uruguay 1930 World Cup.jpg
Poster da Copa de 1930


Os treze times foram divididos em quatro grupos, como todos os jogos se realizando na capital uruguaia, Montevidéu.Não houve sorteio para os grupos da Copa.Os grupos foram determinados pela FIFA.

Grupo 1
Este grupo foi o único a conter quatro times: Argentina, Chile, França e México. Com 3 vitórias em 3 jogos, a Argentina foi a Líder e avançou à fase final. Chile ficou em segundo, seguido por França (3ª) e México (4º).


Grupo 2 
 Brasil, Bolívia e Iugoslávia. Brasil mandou um time composto quase que totalmente de cariocas (sendo o paulista Araken a única exceção) por causa de uma briga entre cartolas paulistas e cariocas, mas mesmo assim o time brasileiro poderia progredir. Porém, na partida de abertura do grupo a Iugoslávia conseguiu uma vitória de 2 a 1 sobre a seleção verde-amarela. Ambos os times bateram a Bolívia por 4 a 0. No jogo entre Brasil e Bolívia ambas as equipes jogaram com o mesmo uniforme por 45 minutos, até que os bolivianos decidiram trocar o uniforme. A Iugoslávia terminou em  primeiro, seguida pelo Brasil, que ficou em segundo e pela Bolívia (3ª).

Grupo 3
Uruguai, Peru e Romênia formavam o Grupo 3. Na partida de abertura do grupo ocorreu a primeira expulsão da história das Copas, quando Plácido Galindo do Peru foi dispensado de campo contra a Romênia. O Uruguai venceu uma partida dura contra os peruanos por 1 a 0. Depois a celeste venceu com relativa facilidade ao golear a Romênia por 4 gols a 0.  Com os resultados, Uruguai ficou em primeiro, seguido da Romênia (2º) e Peru (3º)
                               
Grupo 4
Este grupo foi formado por Estados Unidos, Paraguai e Bélgica. Com duas vitórias em 2 jogos, os Estados Unidos foram os Líderes, seguidos por Paraguai (2º) e Bélgica (3º).

Semifinal

As duas semifinais tiveram placares idênticos. Na primeira semi, um gol de Monti do meio de campo no primeiro tempo deu a Argentina uma liderança de 1 a 0 contra os Estados Unidos no intervalo. No segundo tempo a força do time dos Estados Unidos foi batida pelo ritmo dos ataques argentinos, com a partida terminando 6 a 1 para a Argentina.

Na segunda semifinal; novo encontro entre iugoslavos e uruguaios depois da partida nos Jogos Olímpicos de 1924. Agora a Iugoslávia sairia na frente com Sekulić marcando. O Uruguai conseguiu a virada em 2 a 1, mas pouco antes do intervalo a Iugoslávia teve um gol anulado de maneira controversa por impedimento. Os anfitriões marcaram mais quatro gols no segundo tempo, com um hat-trick de Pedro Cea, assegurando a vitória por 6 a 1.

Final
Antes do início da partida ocorreu uma discordância em relação a bola que seria usada na partida, forçando a FIFA a interferir decretando que a bola argentina seria usada no primeiro tempo e uma uruguaia no segundo. O jogo acabou 4 a 2 para os uruguaios (que perdiam de 2 a 1 no intervalo)


O dia seguinte à partida foi declarado feriado nacional no Uruguai; em Buenos Aires arruaceiros jogaram pedras no consluado uruguaio.
O argentino Francisco Varallo, que era o último sobrevivente dentre os que atuaram na final, faleceu em 31 de agosto de 2010, aos 100 anos de idade.

Curiosidades da Copa de 1930
 - O centroavante argentino Manuel Ferreyra não pôde defender sua seleção no jogo contra o México porque tinha, na mesma hora, prova da faculdade. Em seu lugar entrou Guillermo Stábile, que fez três gols, ganhou a posição e terminou como artilheiro da Copa.
 - Nas semifinais contra a Argentina, o médico dos EUA invadiu o gramado para protestar contra uma marcação do árbitro. Sem querer, derrubou sua sacola, quebrando uma garrafa de clorofórmio. O norte-americano foi coberto pela fumaça e teve de receber atendimento.
 - O atacante uruguaio Castro não tinha a mão direita. Por isso, recebeu o apelido de "El Manco". Ele marcou, contra o Peru, o primeiro gol do Estádio Centenário e ainda fez o quarto – e último – do Uruguai na final contra a Argentina.


Artilheiros da Copa de 1930


Guillermo Stábile, primeiro artilheiro das Copas.

8 gols 
 Guillermo Stábile - Argentina                                                    

5 gols                                                                      
 Pedro Cea - Uruguai

4 gols
 Guillermo Subiabre - Chile
 Bert Patenaude - EUA

5 comentários:

  1. Só para lembrar : Guillermo Stábile, artilheiro da Copa de 1930, só jogou 4 partidas pela Argentina. Essas 4 foram as da Copa do Mundo, mesmo após ter sido artilheiro continuou pouco conhecido.

    ResponderExcluir
  2. Hoje seria ao contrário, o jogador iria largar a faculdade para jogar uma partida de futebol.
    Muito legal, eu já sabia de algumas coisas, outras não. Muito bom.
    E quando vai ser a próxima? rs

    ResponderExcluir
  3. A próxima é surpresa, pra deixar os leitores ansiosos... hehe

    ResponderExcluir
  4. Gostei do texto!

    É a primeira vez que vejo alguém falando sobre a Copa de 1930 e ficou muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Sem clubismo, ficou bom o texto.

    Gostei tambem das curiosidades.

    ResponderExcluir

Regras para a comunicação:
Aqui é um ambiente para se discutir futebol com paz, por isso não utilize palavrões, xingamentos e outras atitudes baixas. Vamos manter o nível.

Agradeço pela visita, volte sempre!